sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Opinião - A Dança dos Dragões

Título original: Dance with Dragons
Autor: George R. R. Martin
Editora: Edições Saída de Emergência
Número de páginas: 576

Sinopse
O Norte jaz devastado e num completo vazio de poder. A Patrulha da Noite, abalada pelas perdas sofridas para lá da Muralha e com uma grande falta de homens, está nas mãos de Jon Snow, que tenta afirmar-se no comando tomando decisões difíceis respeitantes ao autoritário Rei Stannis, aos selvagens e aos próprios homens que comanda. Para lá da Muralha, a viagem de Bran prossegue. Mas outras viagens convergem para a Baía dos Escravos, onde as cidades dos esclavagistas sangram e Daenerys Targaryen descobre que é bastante mais fácil conquistar uma cidade do que substituir de um dia para o outro todo um sistema político e económico. Conseguirá ela enfrentar as intrigas e ódios que se avolumam enquanto os seus dragões crescem para se tornarem nas criaturas temíveis que um dia conquistarão os Sete Reinos? 

Opinião 
Era talvez o livro mais aguardado do ano ou não fosse ele o volume que os fãs de George R. R. Martin esperam e desesperam à cinco longos anos. A primeira parte rapidamente foi traduzida e publicada para nossa felicidade, tendo valido até um post no blogue do autor.
Apesar de ser uma das "sortudas" que só esperou um ano pois só acabei os livros anteriores desta saga em Janeiro deste ano (ou então uma das "pobres" que não sabia o que andava a perder) estava ansiosa para saber o que acontecerá às restantes personagens que não apareciam em Mar de Ferro, onde constam algumas das minhas preferidas, já que neste volume a história é paralela ao do livro anterior. Sim, fui uma das que desesperou com o livro anterior (opinião aqui) mas acho que posso dizer que já fizemos as "pazes" pois A Dança dos Dragões foi um "voltar a casa" recheado de surpresas.
As voltas e reviravoltas a que Martin já nos habitou tornam este livro um misto de expectativas e meias respostas que nos vai desbravando mais um pouco do caminho recheado de segredos escondidos que tem feito os cérebros dos fãs quase "queimar" de tanta teoria que se tem construído à volta de alguns mistérios da trama. Mas como sempre, não há repostas concretas, apesar de uma surpreendente revelação, pode-se mesmo contar com mais algum enigma e, atenção, ao último capítulo, parece-me que Bran ainda vai dar uma ajuda a resolver o mistério que é Lyanna Stark...mas é claro, também pode ser mera especulação, veremos.
Foi com uma enorme satisfação que li os POV´s de Jon, Danny e Tyrion, apesar deste último estar a levar um rumo que não me agrada muito mas pode ser que a "depressão" lhe passe quando chegar até um certo sítio, pelo menos espero que sim porque vê-lo naquele estado é quase triste mas também acredito que Martin tenha um objectivo com isto. Enfim, já a Danny de quem eu gosto tanto não me quer fazer a vontade e mostrar a fibra de que é feita e às vezes parece que é uma rainha implacável, outra uma adolescente perdida e era mesmo bom que ela crescesse e se mexesse mas parece que as minhas preces não estão a ser ouvidas.O que me surpreendeu realmente foi gostar tanto dos outros POV's. Bran e Davos sempre foram um desafio mas não é que se tornaram muito interessantes? E o que dizer do Cheirete, que está absolutamente magnífico e deu uma oportunidade à uma personagem que me dividia imenso e parece que vai renascer graças a uma segunda oportunidade.
Escusado será dizer que acabei a leitura completamente satisfeita. Dei por mim muitas vezes com aquele sorrisinho na boca quando imaginava um tabuleiro de xadrez e o Martin a mover as peças... Porque esta saga é como um desses jogos de xadrez entre dois génios, as jogadas seguintes já planeadas e a jogada do adversário a surpreender-nos no último momento. Agora esperemos que este "jogo dos tronos" não nos faça esperar mais cinco anos...
Entretanto, a segunda parte vem em Janeiro. Que o caos comece...

7*

4 comentários:

  1. Ois

    Só agora voltei a este blogue e ainda por cima não vou ler a critica temendo ser spoliado.

    Já agora informo-te que partilhei varias das tuas criticas no forum bang, espero que não te importes.

    Fiacha :)

    ResponderEliminar
  2. Olá Fiacha!
    Não, não me importo e obrigada =)
    Por acaso não contém, podes ficar descansado =p

    ResponderEliminar
  3. Tem alguns spoilers sim, por exemplo o Davos ter POV ;)

    Mas gostei da tua critica, tenho pena do estado do Tyrion, mas acredito que vá a caminho de Danny, fico contente por Bran, pois sempre foi uma das minhas personagens preferidas (não é por acaso que o seu lobo se chama verão ;)) e palpito que os pov do cheirete indiciem que Theon esteja vivo, algo que desejo mesmo LOL

    BJ e fica a promessa de a este blogue voltar ;)

    ResponderEliminar
  4. Pronto tens razão realmente!;)

    Claro que há-de ir, o anão não deve ter perdido a garra toda! Digo eu...loool este Cheirete foi uma das melhores reviravoltas de Martin, não queria mesmo nada que o Theon desaparecesse já e parece que as preces foram ouvidas =p

    És sempre bem-vindo por estes lados =)

    ResponderEliminar