quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Booking Through Thursday - Mais Difícil

Em condições normais, preferirias ler um livro difícil/desafiante/recompensador ou um leve/agradável/fácil?

O tema desta semana está muito estranho ou é só impressão minha?
Primeiro, "em condições normais" eu mudo de estado de espírito, seja por causa do tempo, se acordei bem ou mal-disposta, se o dia correu bem ou não, se estou doente e mal-humorada ou feliz e aos pulinhos... Ora, se de dia para dia eu tenho alterações de humor como qualquer ser humano a minha disposição para ler certo tipo de livros também se altera, certo?
Segundo, porquê este senso-comum do difícil = desafiante ou leve=agradável? Uma coisa não leva à outra. O número de páginas ou o tema do livro não garante à partida se este vai proporcionar a leitura que é esperada, pode ser exactamente o contrário.
Essa é que é a piada dos livros, não sabermos o que vai lá estar. O livro escolhido até pode derivar afinal do estado de espírito que foi a causa porque o escolhemos; pode mesmo até alterá-lo!
A mim parece que a leitora em mim (e não só) não gosta de sensos-comuns...

Sem comentários:

Enviar um comentário