domingo, 25 de dezembro de 2011

Opinião - As Mentiras de Locke Lamora

Título Original: The Lies of Locke Lamora
Autor: Scott Lynch
Editora: Edições Saída de Emergência
Número de páginas: 544


Sinopse
 Diz-se que o Espinho de Camorr é um espadachim imbatível, um ladrão mestre, um amigo dos pobres, um fantasma que atravessa paredes. De constituição franzina e quase incapaz de pegar numa espada, Locke Lamora é, para mal dos seus pecados, o afamado Espinho.
As suas melhores armas são a inteligência e manha à sua disposição. E embora seja verdade que Locke roube dos ricos (quem mais vale a pena roubar?), os pobres nunca vêem um tostão. Todos os ganhos destinam-se apenas a ele e ao seu bando de ladrões: os Cavalheiros Bastardos. O submundo caprichoso e colorido da antiga cidade de Camorr é o único lar que o bando conhece. Mas tudo vai mudar: uma guerra clandestina ameaça destruir a própria cidade e os jovens são lançados num jogo de assassinos e traidores onde terão de lutar desesperadamente pelas suas vidas. Será que, desta vez, as mentiras de Locke Lamora serão suficientes?

Opinião

Considerado por muitos o livro do ano, objecto das críticas mais positivas e aplaudido por muitos, o primeiro livro de Scott Lynch já conquistou fãs por todo o Mundo. Prometendo emoção e aventura em doses desmedidas com um protagonista cheio de artimanhas, este livro é capaz de surpreender os amantes mais eclécticos do Fantástico e de conquistar os “amadores”.
Foi com expectativas elevadíssimas que iniciei esta leitura. Já havia namorado o livro no site da SdE, nas livrarias e já havia lido todas as opiniões que consegui sobre o livro e a opinião geral deixou-me em pulgas para me decidir a acrescentá-lo à minha estante. Infelizmente, li-o durante os últimos dias de aulas e não pude lê-lo com a rapidez que queria mas não esse factor até deu mais vontade ainda de o ler.
Basicamente, o que eu quero dizer com isto é que: contei as horas para puder lê-lo; que quando o agarrava era um problema para o largar; que cada página dava ainda mais vontade de o ler. Sim, sim e sim, As Mentiras de Locke Lamora é o melhor livro do ano! E porquê?
Primeiro, tem aquele que deve ser um dos melhores protagonistas que já tive o prazer de ler. Locke, é mais do que um protagonista, mais do que uma personagem, é a alma desta história do início ao fim. É com ânsia desenfreada que lemos cada bocadinho do seu passado e que aguardámos pelos seus planos mirabolantes, e o melhor de tudo, é que somos sempre surpreendidos. Esta é aquela personagem que nos faz lembrar personagens míticas do nosso subconsciente e que dá uma tareia ao Robin Hood sem se chatear muito. Resumindo, é o protagonista que todos adoram e não mais vão esquecer.
Como se já não bastasse, vem rodeado de mais um grupo de personagens brilhantes, desde os restantes Cavalheiros Bastardos, ao Capa, à Aranha ou ao Rei Cinzento, todos eles foram criados no sentido de nos entreter e incutir-nos o desejo de mais, muito mais. Existe muito mais nestas personagens do que está à superfície e é com deleite que quase lemos o livro de rajada para descobrir o que há por baixo de cada uma delas.
Aliado a este factor, há também todo um enredo capaz de nos parar o cérebro, tal é a imaginação e o requinte com que este livro nos é apresentado. Recheado de ideias, mudanças súbitas, acção e suspense em desmedido, As Aventuras dos Cavalheiros Bastardos são uma promessa ao retorno dos heróis antigos, dos verdadeiros bandidos em que a inteligência e a desfaçatez são os ingredientes para um golpe bem-sucedido.
Lynch cria todo este submundo ultrajante alicerçado no sarcasmo, na ironia, nos truques através de uma escrita que agarra até ao último fôlego com o objectivo de conquistar rapidamente e “à grande” aqueles que tiverem a ousadia de entrar em Camorr. Reunindo todos os ingredientes para um dos livros mais intensos que já li, o escritor colocou-se no topo à primeira, dando-nos algo tão básico: puro divertimento.
Ainda não leram? Então é melhor lerem porque este é leitura obrigatória.

7*

4 comentários:

  1. É assim tão bom?!!
    Agora deixaste-me completamente em pulgas para ir ler! Isto não se faz!! :P

    A opinião está óptima, como sempre ;)

    ResponderEliminar
  2. É, é! Recomendo-o a 100% =p Oh querida, desculpa, mas é tão giro!=$ E obrigada!

    ResponderEliminar
  3. LOL,

    Bem vinda ao clube de admiradores do Lamora :P

    Agora é fazer votos que a Editora publique os livros restantes da saga.

    Para mim foi o melhor livro lido em 2011 :)

    ResponderEliminar
  4. Loool pois já percebi que pelo Fórum anda tudo maluco com este livro xD o que é absolutamente normal ;)

    Devíamos era fazer um abaixo-assinado! Pelo que percebi, vai ser um bocado complicado mas bem merecíamos ver o resto traduzido!

    ResponderEliminar