sábado, 21 de abril de 2012

Opinião - Inverso

Título Original: Momenttus
Autor: Liliana Lavado
Número de Páginas: 432

Sinopse
 Numa pequena vila costeira do norte do país, um acidente do destino faz com que dois mundos se toquem.

Ivana, uma adolescente sonhadora com cabelos cor de fogo, está prestes a viver o seu amor de infância com Bernardo, quando uma figura de negro envolta em mistério entra na sua vida trazendo consigo a magia e pondo tudo em causa.

Gabriel é a figura de negro, e o seu amor por Ivana vai reacender uma guerra ideológica no seio de uma sociedade nómada que desde o século XVII tem vindo a evoluir à margem do resto do mundo: os Hekat.

A sua história será rodeada por um conjunto de personagens muito singulares, algumas coloridas outras sombrias, mas todas complexas, procurando influenciar os dias e as noites numa luta pelo desfecho final em que acreditam.


Opinião

Depois daquela que tem sido uma relação cheia de surpresas e alegrias nestes meses de convívio eis que chega a hora de me despedir, por agora espero bem, do meu papel de leitora Beta da Liliana Lavado. Três livros e vários e-mails depois, aguardo com expectativa os próximos projectos, um em especial, e desejo ferverosamente que as editoras vejam o que têm estado a perder e anseio por ter estes livrinhos na estante, autografados e com direito a dedicatória.
Numa versão YA, Liliana dá-nos este Inverso, uma história de amor juvenil com elementos sobrenaturais em pleno Norte português que irá pôr em causa a coexistência de um povo e as suas tradições. Como bem sabem, este está longe de ser um género que eu aprecie e que já me tem dado largos desgostos e muitas dores de cabeça mas eu não poderia deixar que esta aversaozita me impedisse de ler um último livro desta escritora que aprendi a admirar.
Realmente quando entrei na história senti logo os nervos a bulir, parecia que conseguia ouvir os gritinhos histéricos na minha cabeça mas a dada altura já não os ouvia e o grupinho de adolescentes já não parecia interferir com os meus nervos mas, mesmo assim, fica claro que eu e livros com adolescentes não é uma boa combinação.
Apesar disso, devo admitir que alguns destes adolescentes conseguiram ganhar a minha estima como Ivana, Lia e Fernando. Estes dois últimos pelas personalidade díspares, pelo mau feitio e racionalidade dela, ele por ser divertido e engatatão mas não esquecer as pessoas de quem gota, proporcionaram-me muitos bons momentos de riso. Quanto à Ivana, é uma personagem que engana. No início temos uma pita histérica, noutro temos a protagonista certa e pela qual tanto esperamos. A Ivana cresce ao longo do livro, rapidamente demonstra que sabe o que quer e que sabe pensar, sendo uma alegria ver o seu desenvolvimento ao longo do livro. Já o outro protagonista, o Gabriel, que eu já não considero um adolescente, é uma doçura de rapaz apesar do negro e parece-me a personagem mais forte do livro.
Quanto à história de amor que acaba por ser o cerne do livro, está bem estruturada, nada enjoativa e vai reservar-nos muito surpresas. Para os mais românticos, este é um livro que vai tocar o vosso coração pois serão muitos os obstáculos que a autora nos preparou. Adaptada a ela estão os elementos fantásticos, quanto a mim, bem escolhidos e encaixam perfeitamente na história, dando-lhe pontos e mexendo com a nossa imaginação. Gostei muito dos Hekats, gostei da sua estrutura e da forma como a Liliana pensou esta sociedade e foi muito interessante poder conhecê-los de mais perto.
O amor não condiciona todo o livro, havendo margem para o paranormal e para muitos momentos de riso. Mais uma vez o humor da autora se faz sentir e também a forma como dá sentimento as palavras, arrancando-nos risos e lágrimas.
Este livro é muito mais leve, sem as habituais bombas mas com muitos momentos intensos, demonstrando que a Liliana sabe adaptar a sua escrita a vários géneros e formas. Foi um prazer acompanhá-la mais uma vez nesta viagem. 

5*

Sem comentários:

Enviar um comentário