sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Opinião - O Segredo de Sophia

Título Original: The Winter Sea
Autor: Susanna Kearsley
Editora: ASA
Número de páginas: 512

Sinopse 
 Carrie McClelland é uma escritora de sucesso a braços com o pior inimigo de qualquer artista: um bloqueio criativo. Em busca de inspiração, ela decide mudar de cenário e visitar a Escócia, onde se apaixona pelas belas paisagens e pelo Castelo de Slain, um lugar em ruínas que lhe transmite uma inexplicável sensação de pertença e bem-estar. Tudo parece atraí-la para aquele lugar, até mesmo o seu coração, que vacila sempre que encontra Graham Keith, um homem que acaba de conhecer mas lhe é, também, estranhamente familiar. Com o castelo como cenário e uma das suas antepassadas - Sophia - como heroína, Carrie começa o seu novo romance. E rapidamente dá por si a escrever com uma rapidez invulgar e com um imaginário tão intrigante que a leva a perguntar-se se estará a lidar apenas com a sua imaginação. Será a "sua" Sophia tão ficcional como ela pensa? À medida que a sua escrita ganha vida própria, as memórias de Sophia transportam Carrie para as intrigas do século XVIII e para uma incrível história de amor perdida no tempo. Depois de três séculos de esquecimento, o "segredo de Sophia" tem de ser revelado.

Opinião 
 Depois de ter lido As Mulherzinhas aos sete anos, Susanna Kearsley decidiu que queria ser igual a Jo, a irmã escritora e começou a escrever primeiros capítulos durante a sua adolescência. Finalmente, aos 22 anos, depois de ter terminado a faculdade, onde estudou Política e Desenvolvimento Internacional, a irmã conseguiu convencê-la a escrever um livro completo. Marianna, o seu segundo livro, catapultou-a para a fama e valeu-lhe um Catherine Cookson Fiction Prize de 1993, tendo actualmente uma carreira sólida de 18 anos. Entre o romance histórico e o paranormal, Susanna já editou vários livros de sucesso e experimentou os tortuosos caminhos dos thrillers sobre o pseudónimo de Emma Cole.
O Segredo de Sophia é um daqueles casos de perseguição entre livro e leitor. Por entre opiniões discretas no Goodreads e o relativo entusiamo de alguns membros, este é o livro que se tem apoderado da minha mente. A sinopse, o título eram para mim tão chamativos quanto o canto da sereia e para minha grande sorte não faltou muito até ser publicado em Portugal com uma capa que arrasaria qualquer coração sonhador e que me obrigou a comprá-lo e a colocá-lo a frente numa longa lista de livros por ler.
Este é o livro que nos leva do passado ao presente numa viagem sublime capaz de nos dar romance e história na medida certa, o tipo de livro que encanta os românticos e os sedentos por conhecimento ao transportar os leitores numa viagem idílica entre as histórias de duas mulheres unidas pelo sangue e separadas pelo tempo. Susanna é o tipo de escritora que escreve com amor e partilha esse sentimento com os seus leitores através de histórias belíssimas e de momentos únicos, através de uma escrita encantadora e sonhadora e, ao mesmo tempo, detalhada e perfeccionista que através da simplicidade dos sentimentos e das palavras conquista quem lê este livro pela primeira vez.
Numa conjugação magnífica entre ficção e história, O Segredo de Sophia tem duas histórias belíssimas para nos contar em que o amor, os valores da amizade e da lealdade se unem para nos dar um relato único de uma das épocas mais esquecidas da História dos Stuart de Inglaterra. Através de uma pesquisa minuciosa e de um respeito de se louvar pelos factos, a autora não nos esconde a verdade, apresenta-a na sua melhor forma, usando personagens verídicas de forte interesse e que passaram apagadas para além das linhas do tempo. Ao construí-las o mais humanamente possível leva a que o leitor percorra a história de cada uma delas com uma curiosidade crescente e ao uni-las de forma tão maravilhosa com as personagens ficcionais permite-nos percorrer cada página com uma intensidade que poucos autores hoje sabem transmitir.
Ao permitir que o leitor distinga desde o início realidade e ficção, a autora ajuda-nos a compreender melhor as suas personagens, as quais podemos adorar e respeitar, odiar e temer como se as conhecêssemos desde sempre e deixando que ambas as suas protagonistas nos encantem, cada uma com a sua história, e contando-nos como ambas se ligam. Personagens sólidas, fortes onde a humanidade e o heroico se juntam apresentam-se perante os nossos olhos através de relatos lindíssimos onde o dom da palavra nos capta e enfeitiça para que cada página seja percorrida com avidez, é um dos ingredientes fortes deste livro.
Ao ligar História com romantismo, a autora apostou forte sem descurar nenhum dos elementos principais do livro. Se o primeiro é de uma correcção rigorosa, o segundo leva as almas mais suaves ao derradeiro êxtase. Com dois casais não tão diferentes na sua essência, ao contar-nos a sua história através do tempo, transmitindo a maneira como cada um se eleva ao mais sublime sentimento, a autora conquista com um romantismo suave, à moda antiga aqueles que ainda acreditam que o amor é possível.
Emocional, gloriosa e intemporal, estas são algumas das maneiras de classificar a escrita de Susanna que palavra a palavra nos eleva e nos guia entre épocas e amores diferentes, por entre sentimentos puros e ligações ancestrais para nos relatar de forma doce e forte, passado e presente. Descrições de uma beleza inatingível, diálogos poderosos, são apenas algumas das razões porque esta leitura não deixa ninguém indiferente.
Ler este livro foi um prazer, um vício, uma leitura vertiginosa que me conquistou desde o início. Nada falha na visão de Kearsley, tudo é explicado e nada fica sem resposta num relato único num cenário onde o passado ainda vive para ser contado.
Muito possivelmente o melhor romance histórico que li este ano, O Segredo de Sophia coloca a sua autora na minha lista de preferidos e faz-me desesperar pela publicação de Marianna que espero esteja para breve. Quem não leu, é melhor ir busca-lo e deixar-se perder por uma das leituras mais maravilhosas que já tive o prazer de ler. 

7*

1 comentário: