sábado, 30 de março de 2013

Opinião - Paixão

Título Original: Passion (#3 Anjo Caído)
Autor: Lauren Kate
Editora: Planeta Manuscrito
Número de Páginas: 264

Sinopse 
 Luce era capaz de morrer por Daniel.
E a verdade é que morreu. Uma e outra vez. Ao longo dos tempos, Luce e Daniel encontraram-se e foram brutalmente separados: Luce morreu, Daniel ficou sozinho e despedaçado. Mas, talvez não tenha de ser assim para sempre…
Luce tem a certeza de que algo — ou alguém — pertencente a uma vida anterior poderá ajudá-la no presente. Por isso, dá início à mais importante viagem da sua vida… recuar no tempo, através dos séculos, para testemunhar em primeira mão o nascimento do seu romance com Daniel . . . e, finalmente, descobrir o segredo que fará o amor entre ambos durar.


Opinião

Num ano, Lauren publicou dois livros e se um quase passou despercebido, o outro tornou-se um bestseller que esteve seis meses na lista do New York Times e que viria a resultar numa série de quatro livros e uns quantos contos e que irá ser adaptado ao cinema pela Disney. Falo-vos de Anjo Caído, o livro que Lauren escreveu depois de ter lido uma passagem no Genésis que descrevia o quanto os anjos achavam as mulheres mortais bonitas, que a levou a ter aulas de Literatura sobre a Bíblia e que tanto lhe deu a volta como mudou a sua vida. Inspirada pela obra de Gabriel Gárcia Marquez, Cem Anos de Solidão, a jovem autora quis recriar o realismo mágico dessa obra, a Queda e as repercussões de um amor imortal e da existência das almas gémeas.

Paixão, o terceiro livro da série, não era para ter existido mas a autora teve a necessidade de o escrever para puder explicar a relação de Lucinda e Daniel, tornando-o a seu ver o livro mais romântico da série.

Lauren Kate vive com o marido, a filha e o cão em Los Angeles e está neste momento a começar uma nova série.

Ao longo de milénios eles apaixonam-se à primeira vista de forma intensa, única e, de todas as vezes que se voltam a cruzar, basta um beijo, uma palavra para Daniel perder Lucinda mais uma vez, para a voltar a reencontrar noutra encarnação, para que ela volte a conhece-lo e amá-lo mas nesta encarnação, Luce está diferente e pela primeira vez há uma pequena esperança, pela primeira vez eles podem ficar juntos ou nunca mais se encontrarem. Amaldiçoados, eternamente apaixonados, eles têm de aprender, uma e outra vez, a voltarem a confiar um no outro, a conhecerem-se nesta vida e na próxima e, em cada lugar e tempo, Daniel não sabe quanto tempo lhe resta, quem ela irá ser, apenas sabe que as suas almas são como encaixes perfeitos uma da outra. Agora, eles vão reviver cada momento das suas vidas passadas e terão de perceber se o amor é mesmo eterno e como irão quebrar a maldição que os separa.

De cada vez que me lembro do quanto gostei de Anjo Caído tento perceber onde a magia se perdeu ou se afinal ela nunca existiu e a resposta é simples, perdeu-se em Tormento e por causa dele quase desisti da série mas mais de um ano depois ganhei coragem para a continuar. Lauren tinha uma ideia gira para esta série mas não basta só ter a ideia, é preciso dar-lhe vida e manter os leitores interessados ao longo dos livros, é preciso ir resolvendo mistérios e dar respostas e Paixão devia ser um livro de respostas, um livro que explicasse finalmente o porquê e o como do amor de Lucinda e Daniel e da maldição que os atormenta mas as respostas continuam sem ser dadas, os motivos continuam sem ser entendidos e a única coisa que este livro repete e que os anteriores já haviam repetido vezes sem conta é que eles se amam, que o amor deles é mais importante que a Guerra entre o Céu e o Inferno, que ao longo de vidas infindáveis eles encontraram-se e apaixonaram-se ou seja este livro não traz nada de novo, antes coloca ainda mais dúvidas e repete até a exaustão o que toda a gente já percebeu.

A narrativa é repetitiva, aborrecida e não passa do mesmo. Ao longo destas páginas, eles voltam atrás, ela a procura de respostas, ele atrás dela sem nunca a encontrar e assim sucessivamente até que finalmente descobre-se o porquê da maldição mas esta é a única resposta que vão encontrar. Sendo o objectivo deste livro revisitar as vidas passadas de Luce, até aí o enredo está bem conseguido mas passa-se tudo demasiado rápido e as respostas que parecem satisfazer Luce e convencê-la de que Daniel realmente a ama, coisa que já se percebeu no primeiro livro, não são convincentes, não tem a força e convicção que um amor destes deveria ter, parece que falta qualquer coisa que ainda nos está a escapar.

Mas, não retirando todo o crédito à autora, apesar deste ser possivelmente o livro mais fraco da série consegue pelo menos ser giro pelas épocas e situações escolhidas para as vidas passadas, mudando pelo menos o cenário do livro e trazendo uns pormenores até engraçados só que não era isto que eu queria, eu queria desenvolvimento, respostas, explicações e estas nem aparecem nem convencem. A verdade é que este livro é repetitivo em acontecimentos e em ideias e consegue apenas demonstrar a fraqueza da personalidade das personagens.

Confesso que houve uma altura em que achei que Luce ia ser uma protagonista diferente mas neste livro ficou claro que ela consegue ser o cúmulo da tontice e “melosice”. A personalidade dela perdeu-se algures e esse é o maior problema desta série porque ela questiona mas depois contenta-se com símbolos e actos que não demonstram assim tão claramente o que ela quer saber e o cúmulo é ainda acreditar numa personagem que se percebe logo que a está a fazer de parva e ainda ter ciúmes dela própria em vez de olhar os seus outros eus de uma perspectiva adulta e coerente. Daniel, bem já não é o Daniel do primeiro livro. É uma concha vazia que grita aos quatro ventos mas nunca se justifica nem mostra o seu lado, pura e simplesmente, ele deixa-se levar pela corrente.

Eu já devia ter aprendido quando acabei o segundo livro e vi a qualidade diminuir e que este livro nem tinha sido planeado que isto não podia acabar bem. Neste momento só quero ler o último livro para perceber o que afinal se passa entre estes dois porque de resto já nem me aquece nem arrefece só tenho pena porque achei que era uma série que prometia e que acabou por ir decaindo e não sei se Lauren irá conseguir sair disto de uma forma brilhante. Um livro que devia ter continuado a ser apenas uma ideia.

3*
As minhas opiniões da série:
Tormento

Sem comentários:

Enviar um comentário