sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Opinião - Todos os Teus Beijos

Título Original: His Every Kiss (#2 Guilty)
Autor: Laura Lee Guhrke
Editora: Quinta Essência
Número de Páginas: 336

Sinopse
 Todos conhecem Dylan Moore - o seu brilhante talento e a sua busca pelo prazer - mas ninguém sabe o tormento que esconde. Apenas uma mulher se apercebe da força que impele a alma de Dylan, uma mulher que o persegue em sonhos e desperta nele paixões que nenhuma outra despertou. Desgraçada e agora muito pobre, Grace Cheval nada quer ter com o sedutor que a deseja. Quando Dylan lhe oferece o emprego de precetora para a filha que há pouco encontrou, sabe que as suas intenções não são honradas. Porém, é-lhe difícil resistir a este homem tão carismático e devolve-lhe os beijos apaixonados com todo o ardor. Atrever-se-á Dylan a esperar que esta beldade orgulhosa e intrépida derreta o gelo que envolve o seu coração?


Opinião

  Antes de se dedicar à escrita, Laura trabalhou sete anos em publicidade, geriu um negócio de catering com bastante sucesso e uma companhia de construção mas depois descobriu que escrever era muito mais divertido e em 1994 publicou o seu primeiro livro. Quase vinte anos depois e dezoito livros publicados, Laura recebeu diversos prémios como um RITA e os seus livros costumam estar entre os bestsellers da USA Today. Considerada “uma das vozes mais naturais no romance histórico de hoje”, Laura também escreve artigos para diversas revistas. Quando não está a escrever, muito provavelmente ou está a esquiar, ou a fazer wakeboarding ou a pescar em Idaho, onde mora.


  A sua série Guilty foi publicada pela primeira vez em 2004. Em Portugal a série tem sido publicado por ordem trocada, estando o primeiro e o terceiro publicados pela Livros d’Hoje. Todos os teus Beijos, o segundo volume da série, foi também publicado em 2004 e está traduzido para Portugal, Espanha e França.

  A música é a sua amante mais querida mas agora ela foge-lhe por entre os dedos e ele precisa de uma musa, alguém que o liberte, alguém que o inspire mas ela não está disposta a ceder as suas seduções até que um revés do destino a coloca perto dele e a tentação aumenta enquanto a música volta a fluir.

  Todos os Teus Beijos é o segundo livro que leio desta autora e, se a memória do primeiro se tem esbatido ao longo dos anos, parece-me que este irá manter-se por muito tempo nas minhas recordações. Há algo na escrita de Laura, algo doce, sonhador e romântico que torna este livro não só uma leitura fluída como apaixonada e ternamente divertida, adoçando-nos a alma com uma história onde o amor é a verdadeira inspiração, onde o génio precisa da sua rendição e a musa da sua sedução. Laura cria uma história não só de tentações mas de segundas oportunidades, de paixão e aceitação, uma história onde a efemeridade dos momentos precisa de se perpetuar, onde o fugaz quer ser eterno e o sonho ser real. Apesar de ser uma história como tantas outras, este livro acaba por ser uma leitura que apraz, que deixa o nosso romantismo vir ao de cima e que se lê de uma assentada.

  Acaba por não ser pelo romance que este livro nos prende. Não que este não nos conquiste rapidamente mas porque as histórias envolventes são interessantes, bem construídas e bastante ternas, tornando este enredo algo mais especial do que seria se apenas se focasse no romance. Tanto Dylan como Grace têm passados, segredos e medos escondidos, tornando-os duas personagens senão pouco ingénuas pelo menos habituados às poucas certezas da vida e essa bagagem que ambos trazem tornam-nos duas personagens fortes cuja rendição nos satisfaz ainda mais. O passado de Grace é uma das partes mais interessantes da história pois o escândalo que a envolve torna-a bem mais interessante aos nossos olhos para além de incluir na narrativa momentos que a tornam mais verosímil, afastando o cliché da protagonista jovem e inocente. Quanto à Dylan, o problema que sofre e que lhe retirou algo que tomava por garantido, a filha desconhecida tão geniosa quanto ele e o passado familiar, permitem-nos gostar um bocadinho mais dele e de o vermos mudar ao longo do livro graças às surpresas que o destino lhe reservou.

  Mas, também o romance consegue arrebatar-nos através de momentos onde a ironia e a picardia entre o casal alteram com momentos doces e apaixonados que aumentam o nosso batimento cardíaco e que nos deixam a suspirar pelos pequenos gestos de que eles são capazes. Um dos pontos positivos é que o romance não é apressado apesar de haver uma grande atracção por parte dos protagonistas. Ele vai acontecendo, vai fluindo conforme eles se vão conhecendo e a paixão acaba por tomar um lado mais doce, deixando a relação crescer enquanto cedências, aceitação e perdão são feitos. Isabel, a filha de Dylan, é uma grande ajuda para que isto aconteça, já que a sua existência acaba por ser um factor de equilíbrio no romance e a dedicação e amor que ambos lhe dedicam acaba por criar laços ainda mais fortes entre eles.

  Quanto às personagens, confesso que apesar de Dylan ser difícil, acabou por me conquistar pela forma como ele muda pelas mulheres da vida dele. Para um libertino incorrigível e um génio deprimido ele acaba por se mostrar alguém que é capaz de deixar o orgulho de lado pela felicidade. Grace foi como uma surpresa muito bem-vinda. Gostei de ela ter um passado tão escandaloso, de ter aprendido com os erros dela sem se arrepender e não se ter tornado uma pessoa amarga. O facto de mesmo depois de tudo o que se passou, aturar as crises de Dylan é uma boa amostra da força desta menina. Isabel, a pequena diva que tanto adoça como aterroriza foi para mim, a personagem mais adorada. O mau feitio ligado à inocência arrebata qualquer um e ela conseguiu arrancar umas boas gargalhadas e uns quantos sorrisos.

  Laura Lee Guhrke era uma autora quase esquecida por mim mas ainda bem que tive a oportunidade de ler este livro e de relembrar o seu nome pois parece-me que afinal até somos capazes de nos entendermos. Todos os Teus Beijos é um romance onde a picardia se alia a ternura e onde as segundas oportunidades devem ser sempre aproveitadas. Um livro lido numa tarde e que me deixou um sorriso enorme nos lábios.

6*
 

Sem comentários:

Enviar um comentário